216º dia: 2 Rs 22-25

O jovem rei Josias fez o que o SENHOR aprova (2 Rs 22:1, 2). O mal que seus antepassados cultivaram ainda permanecia vivo em Judá, tanto que algumas práticas pagãs eram aceitas sem maiores problemas e os altares idólatras permaneciam espalhados por todo o reino, inclusive nos pátios do templo. O próprio rei Josias, embora bom de coração, desconhecia a gravidade da situação. Mas, ao tomar ciência dos mandamentos (2 Rs 22:8, 11) entristeceu-se ao perceber que o povo havia se desviado dos caminhos de Deus ao longo das gerações e agiu imediatamente para fazer tudo quanto o SENHOR ordenara. O Livro da Aliança foi lido para todos e mais uma vez Israel se comprometia a guardar os mandamentos (2 Rs 23:1-3).

O esforço e o comprometimento de Josias são exemplos de atitudes que devem estar presentes nos corações dos Cristãos. Temos a Palavra de Deus em nossas mãos, podemos ler e desfrutar deste conhecimento, mas, estamos agindo para colocar em prática o que aprendemos?

Você também vai gostar de ver:

2 comments

  1. Camila Guedes disse:

    Realmente a bíblia é um mar profundo, cheio de riquezas a serem exploradas. Agradeço a Deus por ter colocado em meu coração o desejo de me aventurar neste mar. Tenho aprendido muito e já sinto Deus muito mais presente em minha vida.
    Obrigada pela visita e volte sempre! É muito bom poder compartilhar essa experiência.
    Fique com Deus!

  2. Anonymous disse:

    O Problema é que lemos apenas histórias. As pessoas não entendem a Bíblia pq a veêm como algo chato. Avatar é Chato, como diria John Piper. A Palavra de Deus contém toda riqueza, como diz Paulo “ó profundidade da Riqueza (Rm 11:33). Quanto mais estudamos a Palavra Viva de Deus, mais o conhecemos, e quanto mais o conhecemos, mais nos rendemos. Sabe o que vejo nisso? Nós apenas nadamos em aguas rasas das escrituras, conhecemos a superficie deste mar insondável de promessas e maravilhas. Quando eu mergulhar mais fundo na busca de Deus, na glória de Deus, na mensagem de Deus, certamente descobrirei coisas incríveis sobre Ele, e poderei dizer tb “ó profundidade da riqueza da Sabedoria”. Qd eu voltar a superficie, me indnarei com aqueles crentes que ainda nadam na superficie do evangelho achando que aquilo é tudo. Me levantarei e proclamarei o que ví nas profundidades daqueles imenso oceano. Para isso, Deus nos dá experiências com Ele, qd a Ele buscamos, e nos recompensa com a sua Presença e sua Benevolência, porque ele faz isso com todos que resolvem buscá-lo mais profundamente (Hb. 11:6b). Precisamos crer que seremos recompensados se O buscarmos.
    Abs.
    @walterkano

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.