220º dia: Jr 9-12

Entre os muitos ‘defeitos’ de Judá, quero destacar um em especial: O povo do reino do sul tinha problema de língua. É isso mesmo! Veja só…

A língua deles é uma flecha mortal; eles falam traiçoeiramente. Cada um mostra-se cordial com o seu próximo, mas no íntimo lhe prepara uma armadilha. (Jr 9:8)

Problemas de língua são muito comuns, certamente você conhece alguém assim… Talvez você mesmo já tenha tido uma língua ‘doente’… Eu sim, já passei por isso e não me orgulho. Mas precisamos ter em mente que o que sai de nossas bocas reflete o que há em nossos corações e procurar conter nossa língua sempre, em todos os lugares, em todas as situações. Vamos atentar para o alerta de Tiago:

Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã. (Tg 1:26)

Não podemos desanimar. Se você correu com homens e eles o cansaram, como poderá competir com cavalos? Se você tropeça em terreno seguro, o que fará nos matagais junto ao Jordão? Se você se lamenta acreditando que sua vida é difícil, o que vai fazer quando as coisas ficarem de fato ruins? (Jr 12:5) Deus é a resposta. Ninguém há semelhante a Ti, ó SENHOR; Tu és grande, e grande o Teu nome em poder (Jr 10:5-6). O Deus que não é como aqueles feitos por mãos, que não podem falar e certamente são levados, porquanto não podem andar. Não podem fazer mal e nem tampouco têm poder de fazer bem. Mas o SENHOR Deus é a verdade; ele mesmo é o Deus vivo e o Rei eterno (Jr 10:5b, 10a). Esse é o Deus a quem devemos entregar as nossas vidas. Ele nos ajudará a vencer todos os desafios e a manter nossas línguas fiéis à Sua vontade.

Você também vai gostar de ver:

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.