320º dia: Tg 3-5

Já falamos aqui no blog sobre problemas com a língua (veja aqui e aqui). Mas o tema é tão importante que permite a repetição.

Tiago afirma que aquele que não tropeça em palavra é perfeito e tem poder para refrear todo o corpo. Acontece que todos tropeçamos e nenhum homem pode domar sua língua. Sendo possuidores de uma língua incontrolável, cheia de veneno, com a qual bendizemos a Deus e Pai e, ao mesmo tempo, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus, como poderemos controlar o restante do nosso corpo? (Tg 3:2, 8-9)

Mesmo quando temos o coração cheio de amargura, inveja e ambição, nossa língua não se perturba em anunciar o inverso. Conhece a expressão ‘viver de aparências’? Pois é justamente contra isso a palavra de Tiago. Não somos perfeitos e não há porque mentir contra a verdade (Tg 3:14). Reconhecer nossas falhas e fraquezas é o primeiro passo para começarmos a exercitar o controle de nossas línguas e, consequentemente, de nossas vidas. Mas isso só será possível se deixarmos de lado a sabedoria terrena, que nos incita a enganar e mentir (aos outros e a nós mesmos) e buscarmos a sabedoria que vem de Deus, que é pura, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera (Tg 3:17).

Você também vai gostar de ver:

2 comments

  1. Ma* Felix disse:

    Põe, ó SENHOR, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios. Salmos 141:3
    Ma Felix headbanger-girl@hotmail.com
    Devemos vigiar coma nossa língua,para que não saia palavras torpes!
    bjos

  2. Anonymous disse:

    Lembra-te da tua congregação, que compraste desde a antiguidade; da vara da tua herança, que remiste; deste monte Sião, em que habitaste.
    Salmos 74:2
    Vanessa Cardoso NessaCaardoso@hotmail.com

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.