Olho por olho

Se alguém ferir uma pessoa a ponto de matá-la, terá que ser executado.
Quem matar um animal fará restituição: vida por vida.
Se alguém ferir seu próximo, deixando-o defeituoso, assim como fez lhe será feito: fratura por fratura, olho por olho, dente por dente. Assim como feriu o outro, deixando-o defeituoso, assim também será ferido. (Lv 24:17-20)

A lei era rígida. E precisava ser. Eram necessárias regras de conduta bem delineadas para que o caráter do povo fosse moldado conforme o propósito de Deus. Não fosse assim, todos se desviariam, seduzidos pelos prazeres do mundo.

Mas e nós? Devemos seguir estas mesmas regras?

Felizmente não. Mas é preciso enfatizar que Jesus não veio para cancelar a lei, mas sim para torná-la mais forte. E nesse intuito, o próprio Cristo declarou que o maior de todos os mandamentos é o amor.

Disse Jesus:
O mais importante dos mandamentos é este: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’.
O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.
Não existe mandamento maior do que estes. (Mc 12:29-31)

O amor não pratica o mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento da lei (Rm 13:10). E tenho certeza de que todos nós concordamos que amar nem sempre é fácil. Não concorda? Então não se esqueça de que Jesus mandou que amássemos também nossos inimigos… Acha isso fácil? Eu não…

Disse Jesus:
Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus.
Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso!
E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! (Mt 5:44-47)

Ou seja, cumprir os mandamentos de Deus continua muito difícil, assim como era para os israelitas. E então, como fica o ‘olho por olho, dente por dente’? Bom, Jesus acrescentou o amor nesse mandamento…

Disse Jesus:
Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente’.
Mas Eu lhes digo: Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa.
Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas.
Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado. (Mt 5:38-42)

Você também vai gostar de ver:

2 comments

  1. Camila Guedes disse:

    Excelente observação Clara. É isso mesmo. Amar não é morrer de paixão pelo próximo, mas não alimentar ira ou rancor. É perdoar sem esperar que a outra pessoa faça o mesmo. Que lindo conselho este Padre te deu. Veja só como é tão importante ter uma vida de comunhão e como a igreja e os líderes em especial, nos ajudam a entender e viver mais leves.
    Um lindo final de semana pra você também!

  2. Clara disse:

    Bom dia, Camila!

    Essa passagem de dar a outra face, eu não concordava de jeito nenhum. Até que ouvi, de um padre que perdoar não significa continuar sendo “bobo” ou continuar acreditando ou convivendo com a pessoa. Esqueça o ocorrido, viva sua vida e não desejo o mal a quem lhe fez mal. Isso é dar a outra face. Foi o que eu entendi. E a partir daí, minha vida ficou muito mais leve, sem rancores e sem aquele sentimento de vingança, tão comum que temos.

    Beijos, ótimo fim de semana pra vc!

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.