Agradecer por tudo

Davi desejava construir uma casa para a arca da aliança. Ele não se conformava por viver em um confortável palácio enquanto o próprio Deus, representado pela arca, habitava em uma simples tenda (2 Sm 7:2, 1 Cr 17:1).

Por meio do profeta Natã, Deus avisou Davi que não seria ele o construtor de um templo para a arca, mas sim o seu descendente, um de seus filhos, o faria (2 Sm 12-13, 1 Cr 17:11-12).

Davi poderia ter se entristecido com a notícia, afinal o seu desejo de construir o templo era grande e verdadeiro. Ele poderia ter questionado a decisão de Deus, afinal, porque não poderia construir o templo? Mas o rei Davi não lamentou, não chorou… Sabe o que ele fez? Orou a Deus agradecido por ter escolhido sua família para construir o templo e por ter estabelecido uma aliança com ela para sempre.

Mesmo diante de notícias contrárias à nossa própria vontade, devemos agir como Davi, com gratidão. Lamentar, chorar, espernear não vai ajudar, mas manter um espírito de louvor e adoração, agradecendo por tudo, sempre, trará alegria e serenidade às nossas vidas.

Sempre tenho o SENHOR diante de mim. Com Ele à minha direita, não serei abalado. (Sl 16:8)

Você também vai gostar de ver:

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.