Magos do oriente

Guiados por uma estrela e cheios de alegria, os magos (ou sábios) do oriente chegaram ao local onde se encontrava Jesus. E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra. (Mt 2:11)

Os magos deram a Jesus presentes caros, porque estes eram adequados a um rei. Os estudiosos da bíblia têm visto estes presentes como símbolos da identidade de Cristo e daquilo que Ele realizaria:

Com ouro presenteava-se os reis – e Jesus é o Rei dos reis.

Ele é o bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores.
(I Tm 6:15)

- O incenso era oferecido a Deus – e Jesus é o próprio Deus.

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 
(Jo 1:1)

Disse Jesus: Eu e o Pai somos um. (Jo 10:30)

- Já a mirra era uma especiaria usada para ungir o corpo a ser sepultado – Jesus morreu por nós, mas não está morto, pois ressuscitou.

“Por que vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive?
Ele não está aqui! Ressuscitou!” (Lc 24:5b-6a)

Os magos levaram presentes a Jesus e adoraram-no por quem Ele é. Esta é a essência da verdadeira adoração. Adore a Deus, porque Ele é perfeito, justo e Todo-poderoso; é o criador do universo e digno de receber o melhor de cada um de nós.

Adaptado de: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Você também vai gostar de ver:

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.