Boas novas de liberdade e vida

A questão dos cristãos gentios terem ou não de obedecer à Lei de Moisés para serem salvos tornou-se importante (At 15:1-35). As controvérsias se intensificaram muito devido ao sucesso das novas igrejas formadas por gentios (não judeus). Os conservadores da igreja em Jerusalém eram liderados por fariseus convertidos, que preferiam uma religião legalista a uma baseada exclusivamente na fé. Se os conservadores tivessem vencido, os gentios seriam obrigados a converterem-se e serem circuncidados. Isto reduziria o cristianismo à condição de mais uma seita do judaísmo.

Podemos errar inconscientemente ao apoiar tradições, estruturas e rituais como demonstrações de obediência a Deus. Por isso, é importante estarmos certos de que as Boas Novas irão proporcionar liberdade e vida àqueles a quem tentamos alcançar.

Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Você também vai gostar de ver:

Deixe aqui seu comentário sobre o Clamarei.