Archive for 1 Pedro

Tudo para a glória de Deus

1Pe4_11

Leia a bíblia

Ler a bíblia é algo muito prazeroso.

É gostoso descobrir os detalhes das histórias famosas, conhecer histórias incríveis que não são tão famosas, perceber que cada história se relaciona com as outras de forma única, como se fossem uma única…

Que bom descobrir que personagens de destaque eram tão humanos como nós.
Que bom conhecer o plano de Deus para nossas vidas!

Muitas vezes, ao ler a Palavra de Deus, é como se alguém estivesse falando com a gente diretamente… E está! Leia a bíblia e ouça o que Deus tem a te dizer.

Um bom texto para começar está na leitura de hoje (1 Pe 1:3-9):

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo!

Conforme a sua grande  misericórdia, Ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para vocês que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo.

Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação.

Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.

Mesmo não o tendo visto, vocês o amam; e apesar de não o verem agora, creem nEle e exultam com alegria indizível e gloriosa, pois vocês estão alcançando o alvo da sua fé, a salvação das suas almas.

Calar ou falar

A história de Ester nos ensina dois importantes princípios:

1) Devemos aprender a calar

Ester ouviu o seu mentor – seu tio Mardoqueu – e manteve segredo sobre sua nacionalidade e descendência (Et 2:10). Este segredo preservou sua vida e permitiu a ela ter acesso ao rei.

Aprender a calar e ouvir pode nos dar acesso ao mundo de outra pessoa e certamente nos ajuda a entender os outros melhor. Apenas entendendo melhor as pessoas ao nosso redor poderemos verdadeiramente surtir alguma influência em suas vidas e, talvez, ajudar a mudar o curso de suas histórias.

2) Devemos aprender quando falar

Ester escolheu cuidadosamente o momento de falar e só então expôs a dura verdade:
O inimigo era o conselheiro de confiança do rei (Et 7:6a)

Manter nossa fé em segredo é um hábito quase sempre motivado pelo medo e pela vergonha. Mas Jesus emite um aviso severo para aqueles que não estão dispostos a falar em seu nome:

Porquanto, qualquer que se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai, com os santos anjos. (Mc 8:38)

O Apostolo Paulo explica por que não devemos ter vergonha de falar de Jesus:

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (Rm 1:16)

No entanto, o falar pode significar sofrimento e Paulo entendia bem desse assunto…

Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus. (2 Tm 1:8)

O silêncio estratégico é sábio, e nos dá a oportunidade de ouvir o outro lado. Mas quando há uma oportunidade temos de estar preparados para falar e responder apropriadamente.

Estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. (1 Pedro 3:15)

Adaptado de: Central do Sermão – A mulher que disse sim para Deus.

Cidade sanguinária

E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Tu, pois, ó filho do homem, porventura julgarás, julgarás a cidade sanguinária? Faze-lhe conhecer, pois, todas as suas abominações. 
(Ez 22:1-2)

Deus chama Jerusalém de “cidade sanguinária”. Através dos tempos, e até os dias de hoje, Jerusalém tem sido chamada de “cidade santa”. Mas Deus não a enxergou como santa nesta ocasião.

Ser “santo” significa ser separado, para ser consagrado ou dedicado para o propósito de Deus. Mas Jerusalém não tinha se comportado como uma cidade sagrada por um longo tempo. Agora, só era possível identificá-la como cidade sanguinária.

Deus está olhando para nós hoje… O que Deus diria a nosso respeito hoje?

Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito:
“Sede santos, porque Eu sou santo”. 

(1 Pe 1:15-16)

Sejamos santos em Cristo Jesus.

Herança que não perece

O momento de receber a herança prometida estava cada vez mais próximo e o povo de Israel foi contado, pois a cada uma das doze tribos seria dada uma porção de terra proporcional ao tamanho do clã. (Nm 26:53-54)

A nós também foi prometida uma herança.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo! Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. (1 Pedro 1:3-4)

Portanto, tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o SENHOR, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. (Cl 3:23-24).

E nossa herança não é outra senão a vida eterna, e essa vida está no Filho de Deus, Jesus Cristo. (1 Jo 5:11)

Escolhidos de Deus

Vocês serão santos para mim, porque eu, o Senhor, sou santo, e os separei dentre os povos para serem meus. (Lv 20:26)

Disse Jesus: Vocês não me escolheram, mas Eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai lhes conceda o que pedirem em meu nome. (Jo 15:16)

Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para a ação; sejam sóbrios e coloquem toda a esperança na graça que lhes é dada na revelação de Jesus Cristo.
Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância.
Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: Sejam santos, porque eu, o SENHOR, sou santo“. (1 Pe 1:13-16)

Sacerdotes de Cristo

Arão e seus descendentes, os levitas, foram separados para o sacerdócio. Eram os mediadores entre Deus e os homens. (Êx 28:1)

E hoje, onde estão os levitas? Na verdade, na nova aliança, todo aquele que crê em Jesus Cristo, o sumo sacerdote (Hb 2:17), torna-se sacerdote de Cristo.

Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam. (1 Pe 2:9-10)

Aceite hoje essa missão. Que sua vida seja sal e luz para os que estão a sua volta. Como sacerdotes, preguemos o evangelho a toda criatura. Amém.

350º dia: 1 Pe 3-5

No texto de hoje, dois versos me chamaram a atenção:

Cada um exerça o dom que recebeu para servir aos outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas. Se alguém fala, faça-o como quem transmite a palavra de Deus. Se alguém serve, faça-o com a força que Deus provê, de forma que em todas as coisas Deus seja glorificado mediante Jesus Cristo, a quem sejam a glória e o poder para todo o sempre. Amém. (1 Pe 4:10-11)

Que nossas vidas sejam usadas como testemunho vivo do evangelho pelo amor ao próximo, e que em todas as nossas ações Deus seja glorificado mediante Jesus Cristo! FIQUEM COM DEUS

349º dia: Fm; 1 Pe 1-2

Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, naquilo em que eles os acusam de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus.

Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus.

Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, para que por meio dele cresçam para a salvação.

Alegrem-se na fé, ainda que estejam entristecidos por todo tipo de provação, porque é louvável que, por motivo de sua consciência para com Deus, alguém suporte aflições sofrendo injustamente.

Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas se vocês suportam o sofrimento por terem feito o bem, isso é louvável diante de Deus.

Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os Seus passos:

“Ele não cometeu pecado algum, e nenhum engano foi encontrado em sua boca. Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre a cruz, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por Suas feridas vocês foram curados.”

Vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente.

(1 Pe 2:12, 16, 2 / 1:6 / 2:19-24 / 1:23)

 

A graça do Senhor Jesus Cristo seja com o espírito de todos vocês. (Fm 25)

300º dia: Mc 14-16

Os sacerdotes e escribas estavam demasiadamente incomodados com a influência que Jesus exercia sobre a população e com os ensinamentos que divergiam daqueles que se pregava na sinagogas – Jesus enfatizava as leis de Deus, enquanto os sacerdotes difundiam leis de homens (Mc 7:8). Começaram, então, a procurar uma forma de afastar Jesus de seus caminhos, tramando sua prisão e morte. Esse desejo foi antecipado pela ambição de Judas, que selou com um beijo sua traição (Mc 14:45).

Até o meu melhor amigo, em quem eu confiava e que partilhava do meu pão, voltou-se contra mim. (Sl 41:10)

Felizmente para nós, tudo aconteceu conforme a vontade de Deus, para que se cumprissem as escrituras. (Mc 14:49)

Ele foi oprimido e afligido, contudo não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como uma ovelha que diante de seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca. 
(Is 53:7)

Mas o que parece trágico não poderia ter final mais feliz!

Jesus Nazareno, que foi crucificado, já ressuscitou. (Mc 16:6)

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo!
Conforme a sua grande misericórdia, ele nos regenerou para uma esperança viva, por meio da ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança que jamais poderá perecer, macular-se ou perder o seu valor. Herança guardada nos céus para aqueles que, mediante a fé, são protegidos pelo poder de Deus até chegar a salvação prestes a ser revelada no último tempo. (1 Pe 1:3-5)

* * * * * * * * * * * * *

 ♪♪ Ele levou sobre si as nossas dores
Ele levou sobre si, as nossas transgressões
E nós olhávamos para Ele, pensávamos que eram Seus próprios pecados que o levavam ali… Mas foi por mim, e por ti… ♪