Archive for Josué

Escolha seu lado

Josué deixou bastante claro aos israelitas que era preciso escolher um lado, não havia meio termo: ou seguiriam falsos deuses, feitos por mãos, ou serviriam ao SENHOR, o Deus vivo, com integridade e fidelidade.

A escolha de Josué foi expressa, e não apenas por suas palavras bastante famosas nos dias de hoje - Eu e a minha família serviremos ao Senhor (Js 24:15) – mas também, e principalmente, pelo seu modo de viver.

Deus não se agrada de nós quando ficamos em cima do muro. Josué sabia disso e tentou ensinar ao seu povo. É preciso escolher um lado e viver integralmente nele, não apenas com palavras, mas com toda nossa vida. A melhor escolha é estar ao lado de Jesus. Eu já escolhi o meu lado, e você?

No tempo de Deus

Assim o Senhor deu aos israelitas toda a terra que tinha prometido sob juramento aos seus antepassados, e eles tomaram posse dela e se estabeleceram ali. O Senhor lhes concedeu descanso de todos os lados, como tinha jurado aos seus antepassados. Nenhum dos seus inimigos pode resisti-los, pois o Senhor entregou a todos eles em suas mãos. De todas as boas promessas do Senhor à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram. (Js 21:43-45)

Deus provou sua fidelidade ao cumprir cada promessa feita a Israel. A realização de algumas profecias demorou vários anos, mas nenhuma delas falhou. Sua palavra se realiza de acordo com o Seu tempo, não com o nosso, mas sabemos que Sua promessa é fiel e verdadeira. Quanto mais as reconhecemos e vemos cumprir, torna-se mais fácil esperar pelas que irão acontecer. As vezes ficamos impacientes, desejosos de que Deus aja de certo modo, ‘agora’. Em vez disso, deveríamos procurar fazer a vontade do SENHOR, confiando sempre nEle no que concerne às coisas futuras.

O homem certo

Quando terminaram de dividir a terra em territórios delimitados, os israelitas deram a Josué, filho de Num, uma herança no meio deles, como o Senhor tinha ordenado. Deram-lhe a cidade que ele havia pedido, Timnate-Sera, nos montes de Efraim, onde ele reconstruiu a cidade e se estabeleceu. (Js 19:49-50)

A Josué, assim como Calebe, foi permitido escolher sua porção na herança. Era chagada a hora de deixar a vida de nômade e se estabelecer onde quisesse. Ao ler os versículos acima, tive a impressão de que Josué não escolheu uma boa porção, afinal, preferiu às montanhas aos ribeiros e pastos, e, se foi preciso reconstruir a cidade, deve ser porque não havia muito o que se aproveitar ali.

Bom, posso estar enganada, mas de qualquer forma, o simples fato de Josué ter sido o último a receber herança, já confirma sua grande fé no SENHOR e a cada linha da história deste grande homem, entendemos melhor porque Deus o escolheu para essa tão nobre missão, de liderar o Seu povo na entrada em Canaã – era o homem certo, cujo bom testemunho aproximava toda a população de Israel de Deus.

Promessa cumprida

Assim como Josué, Calebe foi um dos doze espias que visitaram a terra prometida antes dos 40 anos de peregrinação pelo deserto. Dos 12, apenas Josué e Calebe foram fiéis a Deus.

A Calebe foi feita uma promessa quando ele tinha 40 anos.

Certamente a terra em que você pisou será uma herança perpétua para você e para os seus descendentes, porquanto você foi inteiramente fiel ao Senhor, ao meu Deus (Js 14:9).

Calebe acreditou, confiou, esperou em Deus e finalmente, recebeu seu galardão.

Então Josué abençoou Calebe, filho de Jefoné, e lhe deu Hebrom por herança. Por isso, até hoje, Hebrom pertence aos descendentes de Calebe, filho do quenezeu Jefoné, pois ele foi inteiramente fiel ao Senhor, ao Deus de Israel. (Js 14:13-14)

Confiar em Deus não será em vão. Receberemos nosso galardão na eternidade, pela graça de Cristo Jesus.

Sem enganos

Os habitantes de Gibeon ouviram falar da vitória dos israelitas sobre as cidades de Jericó e Ai e tiveram medo. Como moravam nas proximidades, creram que em breve seriam eles os adversários – e estavam certos. Tramaram então um plano para convencer os israelitas a lhes pouparem as vidas. Foram ardilosos…

Antes que Israel partisse em direção a Gilgal, eles próprios se aproximaram do acampamento israelita, porém fazendo-se passar por estrangeiros moradores de terras longínquas. E fizeram isso muito bem. Vestiram roupas rotas e carregaram pães duros, fazendo crer que a viagem até ali tinha sido longa e cansativa.

Observando as provisões daqueles homens, os israelitas acreditaram que eles falavam a verdade e fizeram com eles um acordo de paz, contrariando as ordens que Deus havia dado a Moisés: E vocês não farão acordo com o povo desta terra, mas demolirão os altares deles (Jz 2:2). Mas, os israelitas examinaram as provisões dos heveus, mas não consultaram o Senhor (Js 9:14).

Leia a história completa em Josué 9.

Em um primeiro momento, podemos acreditar que os israelitas foram simplesmente enganados pelos heveus, depositando sobre esses últimos toda a culpa pelo tropeço de Israel ao desobedecer as orientações dadas por Deus. Mas, observando com mais atenção percebemos que a culpa pelo pecado cometido foi toda de Israel, que se deixou enganar quando optou por tomar uma decisão baseado em sua própria percepção a respeito do que seria a verdade, em vez de submeter-se a Deus.

Não nos deixemos enganar! Mesmo nas pequenas coisas, é preciso submeter-se humildemente a Deus. Porque é nas pequenas coisas, quando acreditamos ter o domínio da situação, que ficamos mais susceptíveis à desobediência e, consequentemente, ao pecado.

Vitória certa

A cidade murada de Jericó parecia um formidável inimigo. Mas quando Josué seguiu os planos de Deus, os grandes muros não foram obstáculos. A cidade foi conquistada apenas através da obediente marcha do povo (Js 6:1-27).

As instruções de Deus podem ter parecido estranhas, afinal, marchar por 7 dias em volta da cidade inimiga, tocando trombetas e carregando a arca da aliança não é uma forma muito convencional de iniciar uma batalha. Mas dessa forma os israelitas tiveram a certeza de que a vitória foi concedida pelo SENHOR. A batalha já estava ganha (Js 6:2), bastava seguir as orientações de Deus. Os israelitas obedeceram e venceram, porque confiaram em Deus.

A guerra dos santos contra Satanás também já está ganha. Jesus o derrotou por nós.

Portanto, visto que os filhos são pessoas de carne e sangue, Ele também participou dessa condição humana, para que, por sua morte, derrotasse aquele que tem o poder da morte, isto é, o diabo, e libertasse aqueles que durante toda a vida estiveram escravizados pelo medo da morte. (Hb 2:14-15)

Podemos lutar contra o pecado com segurança e a certeza de que venceremos, basta obedecer e confiar em Deus.

As águas se dividiram

A travessia do mar vermelho é passagem muito conhecida da história de Israel (Êx 14:22), mas o post do hoje é sobre a travessia do rio Jordão.

A entrada na terra prometida não poderia ser mais triunfante – atravessaram pelo meio do Rio em terra seca (Js 3:16). Era uma lembrança da libertação do Egito e um grande incentivo para que permanecessem firmes e obedientes a Deus.

Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca (Hb 11:29b). Também pela fé passaram o Jordão, como por terra seca…

O SENHOR abre mar, abre rio… Tira de nossos caminhos todos os obstáculos que possam vir a nos afastar dEle. Mas precisamos buscar a Deus de todo o coração, servi-lo com amor e obedecê-lo como bons filhos… Alimentando nossa fé atravessamos até oceanos, como por terra seca.

O privilégio da confiança

Nossa, lendo os capítulos iniciais de Josué, não consegui parar de pensar no que ele estava sentindo. Imaginem…

40 anos antes Josué havia entrado na terra prometida. Com ele, outros 11 homens, em uma missão de reconhecimento. Mas apenas Josué e Calebe acreditaram que poderiam enfrentar o povo poderoso que habitava ali. Infelizmente, as argumentações dos outros 10 convenceram o povo a não entrar na terra prometida, desacreditando do poder e soberania de Deus, e a consequência dessa decisão errada foram 40 anos de peregrinação pelo deserto…

E agora, ali estava Josué, prestes a conduzir a nova geração de Israel até a terra prometida. Quanta alegria ele devia estar sentindo! Que grande privilégio o SENHOR concedeu àquele que confiou nEle.

Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. (Js 1:9)

Motivação e coragem

Enoque, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, José…

O livro de Gênesis nos oferece ricas descrições da vida de homens e mulheres que caminharam com Deus. Algumas vezes eles foram bem-sucedidos e constantemente falharam. Ainda assim aprendemos muito lendo a biografia destas pessoas. Onde eles conseguiram motivação e coragem? Eles perceberam que Deus era com eles apesar de suas imperfeições. Tomar conhecimento disto deveria nos encorajar a ser fiéis a Deus, confiar em sua direção e utilizar o potencial que ele nos tem dado.
Bíblia de Estudo – Aplicação Pessoal
Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.
É Deus quem nos reveste de força e torna perfeito o nosso caminho.
(Js 1:9 / 2 Sm 22:33)

A vitória é certa

Os descendentes de Esaú, filho de Isaque, irmão gêmeo de Jacó, acabaram por se transformar em uma nação inimiga de Deus – Edom. Certamente a influência das mulheres de Esaú ajudou para que este fosse o destino dos edomitas – eram mulheres cananeias, acostumadas à adoração de muitos deuses.

Quando nos relacionamos com não crentes, precisamos estar conscientes de que tanto nós podemos influenciá-los como também eles podem nos influenciar. Podemos trazê-los para perto de Deus, mas também podemos ser tentados por eles a nos afastarmos de Deus. Esse relacionamento é importante, mas perigoso. Mesmo que quiséssemos, não seria possível nos isolar de pessoas não crentes em Jesus. Precisamos conviver com elas e não só isso, precisamos amá-las. Mas devemos orar para que Deus use nossas vidas para resgatar essas pessoas e que também nos proteja de sermos tentados e conquistados pelo pecado.

O bem e o mal vivem uma constante batalha, e de que lado você está?

Lembre-se: A vitória dos que amam a Deus já foi decretada.

Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. (Js 1:9)