Tag Archive for família

Deus construtor

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam.

Como é feliz quem teme ao Senhor, quem anda em seus caminhos!
Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero.
Sua mulher será como videira frutífera em sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor da sua mesa.
Assim será abençoado o homem que teme ao Senhor!
(Sl 127:1 / 128:1-4)

Salomão se empenhou pra construir a morada de Deus, o Templo tão desejado por seu pai, Davi. Mas ele sabia que por mais que se esforçasse, de nada valeria o trabalho, se  Deus não estivesse presente.

Foram sete anos para que a obra fosse concluída (1 Rs 6:38), e tudo foi feito para honra e glória do Senhor.

Com Deus reinando em nossas vidas, todas as nossas obras serão concluídas com êxito. Louvemos ao Senhor!

Liderança na família

Adonias era o quarto filho de Davi, mas seus três irmãos mais velhos já haviam morrido. Como filho mais velho, Adonias seria o sucessor natural do rei Davi, que já estava velho e sem forças (1 Rs 1:1), mas o trono havia sido prometido à Salomão, o escolhido de Deus (1 Rs 1:17).

Sorrateiramente, na tentativa de tomar para si o trono, Adonias articulou sua própria coroação, com o apoio de alguns líderes e conselheiros de Israel. O plano de Adonias não deu certo, mas este não é o assunto de hoje. Seu pai nunca o havia contrariado; nunca lhe perguntava: “Por que você age assim?” (1 Rs 1:6)

Pessoas tementes a Deus, como Davi, foram usadas por Deus para liderar nações, não obstante tivessem problemas em seus relacionamentos familiares.
Os líderes tementes a Deus não podem considerar como certo o bem-estar espiritual de seus filhos. Estão acostumados a terem outros que seguem suas ordens; porém não podem esperar que seus filhos produzam fé por encomenda. O caráter moral e espiritual é construído ao longo de muitos anos, e exige constante atenção e paciente disciplina.
Davi serviu a Deus como rei, mas como pai falhou frequentemente, tanto para Deus como para seus filhos. Não deixe que seu serviço a Deus, até mesmo em posições de liderança, exija tanto de seu tempo e energia que você negligencie as outras responsabilidades que lhe foram atribuídas pelo SENHOR.
Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)
 

Uma só carne

Raquel e Lia eram irmãs, mas não se pode dizer que eram amigas, já que viviam em constante disputa pelo amor e atenção do marido Jacó.

Mas, quando o assunto foi defender a família, elas surpreendentemente concordaram. Apoiaram o marido a fazer tudo o que Deus havia mandado, já que isso era o correto e o melhor para todos. Raquel e Lia não pertenciam mais à família de seu pai e entendiam isso – agora formavam uma nova família, a família de Jacó. (Gn 6-16)

Ainda hoje, apesar de não vivermos em uma sociedade onde casamentos são arranjados pelos pais (pelo menos não ostensivamente), muitas famílias são destruídas antes mesmo de ficarem sólidas pela dificuldade em aceitar que com o casamento ‘deixamos pai e mãe’. Homens e mulheres se casam, mas não entendem que formam juntos, uma nova família – continuam vivendo em dependência de seus pais, psicológica, financeira e/ou emocionalmente.

A família instituída por Deus está sendo destruída pelos homens – é cada vez mais raro encontrar casais de um único casamento.

A sociedade prega a individualidade, cuja consequência é o afastamento do casal. Por outro lado, a Palavra de Deus alerta para que o casal seja ‘uma só carne’. E qual destas regras de conduta devem ser observadas?

158º dia: Pv 22-24

No texto de hoje está um versículo muito conhecido. Na minha igreja ele é lido por todos sempre que um bebê é apresentado à congregação. Um conselho para os pais, bastante apropriado para a ocasião…

“Ensina a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Pv 22:6)
Profundo, não é? Todo o livro de Provérbios é muito profundo. O livro mostra como é possível ter uma vida bem estruturada, independentemente de riquezas e bens, em todos os aspectos (família, trabalho, vida social, etc). Como? Buscando sabedoria, a sabedoria que habita em Deus, no temor do SENHOR.
“Com a sabedoria se edifica a casa,
e com o entendimento ela se estabelece.”
 (Pv 24:3)
“O teu coração não inveje os pecadores;
antes permanece no temor do SENHOR todo dia.”
 (Pv 23:17)

155º dia: Pv 12-14

Provérbios é um livro de contrastes, de comparações, o que é muito legal, porque o entendimento fica fácil. Quase todos os versos poderiam ser traduzidos em ilustrações… Conforme vou lendo, consigo ‘visualizar’ as cenas. São frase curtas, mas cheias de conteúdo. Leitura muito prazerosa!

No texto de hoje, bons conselhos para as mulheres:

“A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que o envergonha é como podridão nos seus ossos.” (Pv 12:4)

“Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos.” (Pv 14:1)

Mas, uma coisa já tinha me chamado a atenção nos primeiros capítulos e novamente no texto de hoje… Notaram quantos versículos estão relacionados de alguma forma com o que sai da nossa boca? Pois é, são muitos. Isso porque é pela boca o jeito mais fácil e rápido de expôr nosso interior. O que você diz é reflexo de quem você é. Relacionei abaixo alguns dos muitos versículos que tratam desse assunto. Leia Provérbios e conheça outros.

“Quem guarda a sua boca guarda a sua vida, mas quem fala demais acaba se arruinando.” 13:2-3
“Do fruto de sua boca o homem se beneficia, e o trabalho de suas mãos será recompensado.” 12:14
“Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura.”12:18
“O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima. 12:25
“O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade. 12:22
“Os lábios que dizem a verdade permanecem para sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um instante. 12:19

97º dia: 2 Sm 13-15

Sabe aqueles políticos de hoje em dia que em época de campanha saem pela rua distribuindo beijos, apertos de mãos e sorrisos para ganhar votos? Já sei de quem eles seguem o exemplo: Absalão. Podemos até dizer que Absalão foi o primeiro político da história, não acham? Decidido a tomar o reino de seu pai (Davi), tratou logo de fazer política da boa vizinhança com a população de Israel (2 Sm 15:2-4). Inclusive distribuía beijos, abraços e apertos de mão, tal qual se vê hoje em dia (2 Sm 15:5). E não é que ele conseguiu ganhar a confiança do povo! Não é muito parecido com o que acontece atualmente?

Bom, longe de mim generalizar os políticos da atualidade, mas uma coisa é fato, os motivos de Absalão estavam longe de ser nobres. Sua índole já havia sido demonstrada anos antes, quando tramou o assassinato de seu irmão Amnom (2 Sm 13:28). Tudo bem que Amnom também não era flor que se cheirasse, tanto que o estupro de sua própria irmã foi o principal motivo que levou Absalão à ira (2 Sm 13:11-14). Mas, um erro não justifica o outro…

No meio dessa tragédia familiar, vemos Davi, o rei, fugindo de sua casa para não guerrear contra seu próprio filho. Davi conquistou muitas batalhas, mas não foi capaz de manter uma família decente e unida. Não foi bom marido, menos ainda bom pai. Não repreendeu seus filhos a respeito de seus erros, não os ensinou a andar nos caminhos de Deus. Uma família sólida certamente teria evitado os acontecimentos dessa história. Dedicar-se à família nunca é demais!