Tag Archive for integridade

Desejo ser íntegro

O ano de 2007 ficou conhecido como “O Ano de Vida Enganosa” para a Coréia do Sul, devido aos inúmeros escândalos no país envolvendo acadêmicos que apresentaram pesquisas e estudos com conclusões falsas e aos políticos corruptos. Uma pesquisa feita por 340 professores selecionou a frase chinesa “ja-gi-gi-in” (enganando a si mesmo e a outros), para definir o ano.

Não deveríamos nos surpreender ao ouvir sobre tal tipo de engano. O apóstolo Paulo escreveu: Contudo, os perversos e impostores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados (2 Tm 3:13).

Enganar significa fazer com que os outros creiam na falsidade como sendo a verdade e aceitar o errado como sendo o certo.

Nossa defesa contra o engano é conhecer a Palavra de Deus porque toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça (2 Tm 3:16). A correção visa corrigir o que está errado e a instrução, tornar conhecido o que é certo. A Palavra de Deus não somente nos conscientiza do que está errado, mas também nos estimula e nos ensina a fazer o que é correto.

2012 está terminando… Qual é a sua resolução para o ano que se inicia?

Caminhar corretamente diante de Deus e dos outros e ser perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra? (2 Tm 3:17). Então leia e aplique a Palavra de Deus, pedindo que o Senhor o torne uma pessoa íntegra.

Fonte: Nosso andar diário

Abandone o pecado

Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia. (Pv 28:13)

A confissão é um ato importante, pois reflete a percepção e o reconhecimento de um erro cometido. Mas, mais importante ainda é a atitude tomada após a confissão. Permanecer no erro, mesmo consciente disso, é tolice. É preciso escolher outro trajeto, mudar de caminho, abandonar o pecado.

Confesse seus pecados a Deus em oração e decida hoje deixar para trás o pecado!

Quem procede com integridade viverá seguro.
Como é feliz o homem constante no temor do Senhor!
(Pv 28:8a, 14a)

Um coração íntegro

Em oração, Davi pede ao Senhor: Dá ao meu filho Salomão um coração íntegro para obedecer aos teus mandamentos, aos teus preceitos e aos teus decretos. (1 Cr 29:19b)

“Um coração íntegro para obedecer aos teus mandamentos, aos teus preceitos e aos teus decretos” significa ser completamente dedicado a Deus. Isso foi o que Davi desejou para Salomão – que ele quisesse, acima de tudo, servir a Deus.

Você considera difícil fazer a vontade de Deus, ou considera ainda mais difícil estar disposto à fazê-la?

Deus pode lhe dar uma devoção sincera e se você crê em Jesus Cristo, esta benção já está acontecendo em sua vida.

Ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor, pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dEle.
(Fp 2:12-13)

* * * * *   * * * * *   * * * * *

Bendito seja o Senhor Deus, o Deus de Israel, o único que realiza feitos maravilhosos.
Bendito seja o seu glorioso nome para sempre; encha-se toda a terra da sua glória. Amém e amém. 
(Sl 72:18-19)

Preconceito não

Débora é um dos exemplos que a bíblia nos trás a respeito de preconceito. Imaginem só uma mulher ser escolhida como líder naquela época, se hoje esse tipo de situação ainda é alvo de muitas críticas.

Deus não escolheu Débora porque ela era mulher, mas sim porque ela era uma pessoa íntegra, perspicaz, obediente… Débora confiava plenamente no SENHOR – por isso foi escolhida.

As escolhas de Deus não são feitas com base nos nossos critérios, mas nos dEle.

Por isso, o melhor a fazer é deixar todo preconceito de lado, porque para Deus não importam o sexo, a cor da pele, a estatura… Ele se importa com o que há em nossos corações.

Leia a história de Débora em Juízes 4 e 5.

Escolha seu lado

Josué deixou bastante claro aos israelitas que era preciso escolher um lado, não havia meio termo: ou seguiriam falsos deuses, feitos por mãos, ou serviriam ao SENHOR, o Deus vivo, com integridade e fidelidade.

A escolha de Josué foi expressa, e não apenas por suas palavras bastante famosas nos dias de hoje - Eu e a minha família serviremos ao Senhor (Js 24:15) – mas também, e principalmente, pelo seu modo de viver.

Deus não se agrada de nós quando ficamos em cima do muro. Josué sabia disso e tentou ensinar ao seu povo. É preciso escolher um lado e viver integralmente nele, não apenas com palavras, mas com toda nossa vida. A melhor escolha é estar ao lado de Jesus. Eu já escolhi o meu lado, e você?

No caminho certo

Ao ter seu sonho revelado por José, faraó ficou admirado. Voltando-se para seus conselheiros, perguntou: Será que vamos achar alguém como este homem, em quem está o espírito divino? (Gn 41:38)

Faraó reconheceu que as interpretações anunciadas por José haviam sido reveladas por Deus e por conta desta ‘intimidade’ visível de José com o SENHOR, o antes prisioneiro agora era declarado comandante de toda a terra do Egito. José inspirava confiança. Era um homem íntegro, honesto, que refletia em sua vida o agir de Deus.

Quando Deus habita em nós, nossa atitude reflete Sua presença. Ser alguém de confiança é um indício de que estamos no caminho certo.

Dilema moral

Em sua velhice, Isaque se preparava para abençoar o seu primogênito, Esaú.

Mas Rebeca ouviu a conversa do pai com o filho e tratou de tramar para que a benção fosse dada ao filho mais novo, Jacó, o seu preferido. Ela, então, correu para contar seu plano a Jacó.

Sabe qual foi a reação de Jacó? Ele questionou a mãe. Pena que foi pelo motivo errado… Jacó não se importou com a falta de honestidade, com o desrespeito a seu pai e irmão… Ele apenas teve medo de ser pego, medo de que fosse desmascarado, de que o plano fosse descoberto antes de ser implementado.

A forma como reagimos a um dilema moral costuma revelar nossos verdadeiros motivos. Em geral, ficamos mais preocupados em ser pegos do que em fazer o que é certo. Jacó não pareceu preocupado quanto ao plano enganoso de sua mãe; sua única preocupação era apenas a de ser pego enquanto a executava. Se você tem a preocupação de ser apanhado, está provavelmente em posição não muito honesta. Faça deste medo um alerta e aja de forma íntegra.
Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Ouça Deus falar

Deus falou com Abraão muitas vezes. Mas isso não foi privilégio de Abraão – Deus também fala conosco, de várias maneiras. Às vezes Ele usa uma outra pessoa, uma situação em nossa vida, nossos próprios sonhos e pensamentos… Mas tem um meio pelo qual Ele nos fala diretamente: a bíblia. Não chamamos esse livro de “Palavra de Deus” à toa. Deus fala por meio dessas palavras – nos resta querer ouvir.

E o que foi dito a Abraão, também pode ser dito a nós todos:

“Eu sou o Deus todo-poderoso; ande segundo a minha vontade e seja íntegro.

 Não tenha medo! Eu sou o seu escudo; grande será sua recompensa!”

(Gn 17:1b / 15:1b)

Integridade X Insensatez

Às vezes parece que não vamos conseguir; as dificuldades são tantas que fica mais fácil abandonar nossa integridade e amaldiçoar a Deus, desejando a morte, tal qual o conselho insensato que Jó recebeu de sua esposa em um momento de aflição (Jó 2:8).

Jó estava certo, sua esposa agiu com grande insensatez, pensando que a morte física poderia trazer algum conforto. Ela estava errada: Amaldiçoar a Deus só traria mais aflições – infinitas e eternas.

Em Jesus temos paz, mas isso não significa que não passaremos por tribulações neste mundo. Ele venceu o mundo, mas sua glória veio com sangue, derramado por nós na cruz. (Jó 16:33)

E então, aceitaremos o bem dado por Deus, e não o mal? (Jó 2:10)

Não se esqueçam: Deus não permitirá que sejamos tentados além do que podemos suportar; Ele é fiel. (I Co 10:13)

Devemos dar glórias a Deus por tudo, mesmo que a situação que vivemos pareça muito ruim. Na nossa pequenez somos incapazes de saber o que este ‘mal’ de hoje nos trará no futuro, mas Deus sabe de todas as coisas… Uma provação pode ser um meio para que nossa fé seja fortalecida ou um caminho para que alguém seja salvo.

Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do SENHOR, dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. (Ef 5:17, 20)

Melhor é manter a integridade, como fez Jó e permanecer ao lado de Deus, o autor da vida.

 

 

250º dia: 2 Cr 23-25

O rei Amazias fez o que era reto aos olhos do SENHOR, porém não com inteireza de coração. (2 Cr 25:2)

Uma outra versão da bíblia diz que ele fez o que o Senhor aprova, mas não de todo o coração. (2 Cr 25:2)

Obedecer a Deus sem o desejo de fazê-lo é o mesmo que desobedecer. Podemos enganar os homens com nossas ações aparentemente íntegras, mas Deus vê o que há em nosso coração.

Assim como o povo de Judá ofertou com alegria e assim como os homens que repararam o templo o fizeram com diligência, assim também possamos nós servir ao SENHOR, com alegria, desejando fazê-lo. (2 Cr 24:10, 13).

Salmos 100

Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras.

Servi ao SENHOR com alegria; e entrai diante dele com canto.

Sabei que o SENHOR é Deus;

foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos;

somos povo seu e ovelhas do seu pasto.

Entrai pelas portas dele com gratidão,

e em seus átrios com louvor;

louvai-o, e bendizei o seu nome.

Porque o SENHOR é bom, e eterna a sua misericórdia

e a sua verdade dura de geração em geração.