Tag Archive for Isaque

Motivação e coragem

Enoque, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, José…

O livro de Gênesis nos oferece ricas descrições da vida de homens e mulheres que caminharam com Deus. Algumas vezes eles foram bem-sucedidos e constantemente falharam. Ainda assim aprendemos muito lendo a biografia destas pessoas. Onde eles conseguiram motivação e coragem? Eles perceberam que Deus era com eles apesar de suas imperfeições. Tomar conhecimento disto deveria nos encorajar a ser fiéis a Deus, confiar em sua direção e utilizar o potencial que ele nos tem dado.
Bíblia de Estudo – Aplicação Pessoal
Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.
É Deus quem nos reveste de força e torna perfeito o nosso caminho.
(Js 1:9 / 2 Sm 22:33)

A vitória é certa

Os descendentes de Esaú, filho de Isaque, irmão gêmeo de Jacó, acabaram por se transformar em uma nação inimiga de Deus – Edom. Certamente a influência das mulheres de Esaú ajudou para que este fosse o destino dos edomitas – eram mulheres cananeias, acostumadas à adoração de muitos deuses.

Quando nos relacionamos com não crentes, precisamos estar conscientes de que tanto nós podemos influenciá-los como também eles podem nos influenciar. Podemos trazê-los para perto de Deus, mas também podemos ser tentados por eles a nos afastarmos de Deus. Esse relacionamento é importante, mas perigoso. Mesmo que quiséssemos, não seria possível nos isolar de pessoas não crentes em Jesus. Precisamos conviver com elas e não só isso, precisamos amá-las. Mas devemos orar para que Deus use nossas vidas para resgatar essas pessoas e que também nos proteja de sermos tentados e conquistados pelo pecado.

O bem e o mal vivem uma constante batalha, e de que lado você está?

Lembre-se: A vitória dos que amam a Deus já foi decretada.

Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar. (Js 1:9)

Dilema moral

Em sua velhice, Isaque se preparava para abençoar o seu primogênito, Esaú.

Mas Rebeca ouviu a conversa do pai com o filho e tratou de tramar para que a benção fosse dada ao filho mais novo, Jacó, o seu preferido. Ela, então, correu para contar seu plano a Jacó.

Sabe qual foi a reação de Jacó? Ele questionou a mãe. Pena que foi pelo motivo errado… Jacó não se importou com a falta de honestidade, com o desrespeito a seu pai e irmão… Ele apenas teve medo de ser pego, medo de que fosse desmascarado, de que o plano fosse descoberto antes de ser implementado.

A forma como reagimos a um dilema moral costuma revelar nossos verdadeiros motivos. Em geral, ficamos mais preocupados em ser pegos do que em fazer o que é certo. Jacó não pareceu preocupado quanto ao plano enganoso de sua mãe; sua única preocupação era apenas a de ser pego enquanto a executava. Se você tem a preocupação de ser apanhado, está provavelmente em posição não muito honesta. Faça deste medo um alerta e aja de forma íntegra.
Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Obedecer e confiar

Quando penso num exemplo bíblico para obediência, com certeza me lembro de Abraão.

Quem seria capaz de sacrificar o próprio filho em obediência a Deus? E não era qualquer filho, era o único filho, fruto de sua velhice. Mesmo assim, Abraão não discutiu, não questionou, não esperneou, não argumentou… Simplesmente atendeu ao chamado de Deus com um verdadeiro Eis-me aqui (Gn 22:1b). Bom, talvez não tão simplesmente, pois seu coração certamente estava desconsolado, entristecido… Ainda assim, Abraão escolheu obedecer.

Deus pode nos chamar para fazer algo que não vai nos alegrar. Ainda assim, é preciso confiar nos planos do SENHOR e ter em mente que não somos capazes de entendê-los.  É preciso acreditar que, o que quer quer seja, será para a Glória de Deus e assim estaremos prontos para responder, não apenas com palavras, mas com atitudes: Eis-me aqui, SENHOR.