Tag Archive for obedecer

Sem hesitar

Dessa vez os israelitas não hesitaram. Obedeceram e confiaram em Deus. Logo conquistaram as terras dos amorreus (Dt 2:31 / 3:2) e acamparam nas campinas de Moabe. Mais uma vez estavam muito perto da sonhada terra prometida. Mas dessa vez, ao invés de temer e recuar, os israelitas depositaram em Deus sua confiança e se prepararam para, finalmente, entrar em Canaã.

Ó Senhor dos Exércitos, como é feliz aquele que em ti confia! (Sl 84:12)

Com o SENHOR dos Exércitos liderando a batalha, não há o que temer, pois não somos nós que lutamos, mas Deus é quem luta por nós. Nas batalhas da vida, lembre-se: Deus é o SENHOR dos exércitos! Submeta-se à sua liderança e enfrente com coragem todas as guerras. A vitória virá.

347º dia: Hb 8-10

Temos um sumo sacerdote que está assentado nos céus à destra do trono da majestade, ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo, fundado pelo SENHOR, e não por mãos humanas (Hb 8:1).

Jesus é o sumo sacerdote que ofereceu por nós o sacrifício perfeito e por meio dEle se fez a nova aliança. “Porque esta é a aliança que depois daqueles dias Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, e em seu coração as escreverei; e eu lhes serei por Deus e eles me serão por povo.” (Hb 8:10)

Sob a nova aliança de Deus, a Sua lei passa a estar dentro de nós. Não é mais um conjunto exterior de regras e princípios. O Espírito Santo nos lembra das palavras de Cristo, ativa a nossa consciência, influencia os nossos motivos e desejos, e nos faz querer obedecer. Agora, fazer a vontade de Deus é algo que desejamos com todo o nosso coração e mente.

Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal

Na nova aliança, pelo sacrifício de Jesus Cristo, nossos pecados não são apenas perdoados, mas são completamente esquecidos (Hb 8:13). Quanta misericórdia! E obedecer é o único requisito para desfrutar desta graça.

346º dia: Hb 5-7

“Durante os seus dias de vida na terra, Jesus ofereceu orações e súplicas, em alta voz e com lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, sendo ouvido por causa da sua reverente submissão. Embora sendo Filho, ele aprendeu a obedecer por meio daquilo que sofreu e, uma vez aperfeiçoado, tornou-se a fonte de eterna salvação para todos os que lhe obedecem. (Hb 5:7-9)

Jesus sentiu o mesmo que nós. É difícil obedecer? É sim. E Ele sabe muito bem. Conhece como ninguém o que se passa em nossas mentes e corações.

Jesus se entregou como cordeiro para propiciação dos nossos pecados e oferece vida eterna para todos… Não, meus amigos, a frase não terminou… Jesus oferece vida eterna para todos os que lhe obedecem.

Pelo sofrimento Ele próprio, Deus na terra, aprendeu a obedecer para nos ensinar o caminho a seguir. Há uma condição para a salvação: a obediência! Como conseguir? Seguindo para o alvo, que é Cristo e vivendo de acordo com os Seu passos, enfrentando as provações. E que Deus nos acompanhe nessa caminhada.

7º dia: Gn 20 a 22

Abimeleque não sabia que Sara era esposa de Abrãao por isso mandou que a levassem para seu palácio. Imagino que pretendia casar-se com ela. Mas Deus não Deixou que Abimeleque pecasse. E em sonho disse ao rei a frase que eu mais gosto de todo o texto de hoje: “Bem sei eu que na sinceridade do teu coração fizeste isto; e também eu te tenho impedido de pecar contra mim; por isso não te permiti tocá-la” (Gn 20.6). Me sinto protegida ao ler este verso, pois se eu permanecer nos caminhos de Deus, Ele me impedirá de pecar contra ele nos momentos em que eu, achando estar certa, errar. Muitas vezes já me perguntei: e se eu pecar sem saber? Lendo este texto Deus me respondeu. Se eu for serva fiel e se houver sinceridade em meu coração, Ele não me permitirá pecar. Reconfortante, não é? Com certeza! Mas não podemos esquecer que servir a Deus fielmente não é necessariamente fácil. Nosso já conhecido Abraão que o diga. Esperou pacientemente (ou nem tanto) até a sua velhice para que Deus lhe desse o filho prometido. E no auge da sua felicidade, Deus lhe pede que sacrifique Isaque. Certamente não foi fácil. Mas Abraão amava a Deus acima de todas as coisas. Obedeceu. Não negou a Deus seu filho único. E foi por Deus, mais uma vez, grandemente abençoado.