Tag Archive for Palavra de Deus

Palavra que não engana

O rei da Assíria enviou um mensageiro à Jerusalém, na tentativa de convencer seus habitantes, que se encontravam isolados pelos muros da cidade temendo um ataque assírio, a se renderem. Na tentativa de desencorajar Jerusalém, o mensageiro questionou:

E se você me disser: “No Senhor, o nosso Deus, confiamos”; não são dele os altos e os altares que Ezequias removeu, dizendo a Judá e a Jerusalém: “Vocês devem adorar aqui, diante deste altar”? (Is 36:7)

O representante do rei da Assíria alegava que Ezequias havia insultado a Deus quando destruiu os seus altares e obrigou o povo a adorar somente em Jerusalém. Entretanto, a reforma de Ezequias visava eliminar a adoração aos ídolos (que acontecia principalmente nas colinas), para que o povo adorasse somente o verdadeiro Deus. Ou os assírios não conheciam a religião do Deus verdadeiro, ou pretendiam enganar o povo, fazendo-o crer que haviam enfurecido um Deus poderoso ao destruir os altares idólatras.

Da mesma forma, Satanás procura nos enganar e confundir. E basta estar confuso acerca da verdadeira vontade de Deus para, ainda que sem perceber, se afastar dEle. Para evitar o engano de Satanás, devemos estudar cuidadosa e regularmente a Palavra de Deus. Quando compreendemos aquilo que Deus diz, não somos enganados por mentiras.

Adaptado de: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Palavra de amor

Os vivos, somente os vivos, te louvam, como hoje estou fazendo; os pais contam a tua fidelidade a seus filhos. (Is 38:19)

Uma outra versão diz que o pai aos filhos fará notória a tua verdade.

E é assim que a Palavra de Deus se propaga pelos quatro cantos do mundo, de geração em geração. Mesmo tendo atualmente à nossa disposição muitos meios de comunicação em massa, nenhum deles é tão eficiente para levar às boas novas do evangelho do que o calor de uma palavra amiga, dirigida especialmente a alguém a quem amamos. E se amamos nossos filhos e aqueles que estão à nossa volta, desejamos compartilhar com eles a inesgotável graça de Deus, não é?

Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.
Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar(Dt 6:5-7)

Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. (Hb 12:1-2)

Falsos profetas

Se um mentiroso e enganador vier e disser: ‘Eu pregarei para vocês fartura de vinho e de bebida fermentada’, ele será o profeta deste povo! (Mq 2:11)

As pessoas gostavam dos falsos profetas que lhes diziam somente aquilo que desejavam ouvir. Miquéias falava contra os profetas que encorajavam as pessoas a se sentirem confortáveis com os seus pecados.

Os pregadores se tornam populares quando não exigem muito de nós e quando nos convencem que até a ganância e a luxúria podem ser muito boas para nossa vida. Mas um verdadeiro pregador da Palavra de Deus fala a verdade, sem se importar com o que a sua audiência gostaria de ouvir.

Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Muitos anos se passaram mas os nossos anseios ainda são os mesmos, por isso, ainda hoje os ‘falsos profetas’, ou aqueles que tentam nos convencer de que o errado pode ser certo, estão cada vez mais populares. Mas, mesmo vivendo em uma sociedade onde muitas coisas erradas são tidas como normais, podemos nos proteger da enganação, procurando conhecer a Palavra de Deus e aplicando-a em nossas vidas.

Pedras clamarão

Ninguém pode calar Deus. Quando o SENHOR deseja que sua palavra seja ouvida, ela será ouvida, não importa por qual boca.

Balaão era um profeta pagão, adepto da feitiçaria. Mas foi usado por Deus para que os Moabitas conhecessem Seu poder. (Nm 24)

E se até mesmo a jumenta de Balaão falou (Nm 22:28) não duvide que as pedras clamarão se Deus assim desejar, para que seu nome seja engrandecido acima de todo nome.

345º dia: Hb 1-4

Hoje é o dia da bíblia. Isso mesmo! A data é comemorada no segundo domingo de dezembro. (Se você quer saber mais sobre a história do dia da bíblia clique aqui)

Se a bíblia ainda não faz parte de seu cotidiano, que tal aproveitar a data comemorativa para iniciar a leitura deste livro tão maravilhoso?

A palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12)

302º dia: Lc 4-6

Ao ser tentado no deserto, Jesus usou uma poderosa arma: a Palavra de Deus. A assim a tentativa do diabo de frustrar os planos de Deus fracassou. Louvado seja o SENHOR por isso!  (Lc 4: 1-13)

Em Efésios, o apóstolo Paulo usa uma boa ilustração para nos ajudar a enfrentar as artimanhas do inimigo.

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.
Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.
Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz.
Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.
Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.”
(Ef 6:11-17)

Todos os elementos relacionados por Paulo são instrumentos de defesa (cinto, couraça, calçado, escudo) com exceção de um único: a espada!
A defesa é necessária, mas, se for preciso atacar, estaremos prontos se conhecermos a Palavra de Deus.

297º dia: Mc 4-6

O próprio Jesus é quem explica a parábola do semeador.

Que os nossos corações sejam comparados à boa terra, onde a semente da Palavra de Deus poderá ser plantada e render bons frutos!

292º dia: Mt 16-19

Disse-lhes Jesus: “Estejam atentos e tenham cuidado com o fermento dos fariseus e dos saduceus”. (Mt 16:6-7)

Os fariseus e saduceus eram os pessoas letradas, conhecedores da lei. Mas uns – os fariseus – acreditavam que costumes e tradições deviam ser observados obrigatoriamente, mesmo que estes contrariassem a lei; Outros – os saduceus – não acreditavam na vida eterna, superestimando seus próprios feitos e menosprezando o poder de Deus. Os dois grupos não praticavam a lei, embora posassem de ‘bons moços’.

O testemunho destes homens era como fermento: fazia multiplicar ensinamentos contrários à vontade de Deus no meio do povo que os via como bons exemplos.

Hoje ainda há por aí muitos fariseus e saduceus, com os quais devemos ter muito cuidado. Felizmente temos à mão a melhor defesa: a Palavra de Deus. Quanta benção ter liberdade para manusear e ler à vontade a bíblia, podendo, assim, obter conhecimento direto da vontade do SENHOR e impedir que o fermento dos fariseus e saduceus se proliferem em nossas vida!

Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nEle. (Pv 30:5)

289º dia: Mt 5-7

Lembro que quando li Mateus pela primeira vez, há uns quinze anos atrás, notei grande semelhança com algumas frases que eu conhecia, os famosos ditos populares. Eu já estava familiarizada com coisas como ‘Não jogue pérolas aos porcos’, ‘Se alguém lhe der um tapa na cara, ofereça a outra face’ e ‘Ele é um lobo em pele de cordeiro’. Mas conhecer o contexto em que esses ‘ditados’ foram criados me fez percebê-los com muito mais profundidade. Os ditados são apenas frases soltas, algumas vezes com significado deturpado. As palavras de Jesus são palavras vivas, que podem transformar nossas vidas.

Certamente você já ouviu falar do ‘Sermão da Montanha’. Pois é… o texto de hoje é justamente o relato deste sermão, considerado por muitos a  passagem mais importante do Novo Testamento. Nele encontramos as bem-aventuranças, a confirmação da lei, o exemplo de oração e muitos outros ensinamentos práticos dados por Jesus.

Se você nunca leu esse texto, faça isso hoje. Deus tem muito a falar.

Se você já leu, que tal repetir? Você pode se surpreender com o quanto ainda há para aprender, “pois a palavra de Deus é viva e eficaz” (Hb 4:12)

“Portanto santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o SENHOR vosso Deus.” 

“Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês”.

(Lv 20:7 / Mt 5:48)

285º dia: Ne 7-9

O muro estava construído. Os portões estavam em seus lugares. Quanta alegria!
Mas Neemias não deu por completo seu trabalho. Ainda havia muito o que fazer.

Primeiro, tratou de manter a segurança na cidade. Não, o muro não era o suficiente. Era preciso manter-se alerta quanto a possíveis ataques e estabelecer regras para que a cidade não fosse novamente invadida e destruída.

Depois, mas não menos importante, todo o povo foi reunido em uma praça para ouvir a leitura do livro da lei. Durante uma manhã inteira a palavra de Deus foi lida e ensinada a todos, que permaneceram ali o tempo todo e não apenas ouviram, mas compreenderam as palavras que lhes foram explicadas.

Agora sim estava tudo em seu lugar: o templo, os muros e os corações dos judeus.

(Ne 7:1, 3, 5 / 8:1-12)