Tag Archive for sabedoria

Doce alimento

E ele me disse:
“Filho do homem, coma este rolo; depois vá falar à nação de Israel”.

Eu abri a boca, e ele me deu o rolo para eu comer. E acrescentou:
“Filho do homem, coma este rolo que estou lhe dando e encha o seu estômago com ele”. Então eu o comi, e em minha boca era doce como mel. 

(Ez 3:1-3)

Em sua visão, Ezequiel se alimentou da mensagem de Deus e considerou que este alimento espiritual não era apenas bom, mas também doce como mel.

Nós também, se “digerirmos” a Palavra de Deus, veremos que não apenas nos tornaremos mais fortes na fé, mas também perceberemos que a sabedoria de Deus adoçará nossas vidas.

Entretanto, é preciso nos alimentarmos espiritualmente da mesma forma que o fazemos fisicamente, ou seja, isto implica fazer mais do que ler casualmente a Palavra de Deus. Devemos nos alimentar dela constantemente.

Adaptado de Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Confiança que salva

Acerca de Edom, assim diz o Senhor dos Exércitos: “Será que já não há mais sabedoria em Temã? Será que o conselho desapareceu dos prudentes? A sabedoria deles deteriorou-se?”
(Jr 49:7)

Temã era provavelmente uma cidade conhecida pela sabedoria de seus habitantes. Mas nem todos os sábios deste mundo reunidos podem superar o conhecimento de Deus e evitar que se cumpra a Sua vontade. A sabedoria de Temã não a pôde salvar da ira de Deus.

Para que confiar no nosso falho discernimento quando Deus nos permite desfrutar de Sua infinita sabedoria? Só o Senhor pode nos libertar. Só Ele pode nos salvar.
Creia e confie em Deus!

Sabedoria e poder pertencem a Deus

Louvado seja o nome de Deus para todo o sempre;
a sabedoria e o poder a Ele pertencem.
Ele muda as épocas e as estações; destrona reis e os estabelece.
Dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos que sabem discernir.
Revela coisas profundas e ocultas;
conhece o que jaz nas trevas, e a luz habita com Ele.
(Dn 2:20-22)

Verdadeira glória

“Não se glorie o sábio em sua sabedoria
nem o forte em sua força
nem o rico em sua riqueza
Mas quem se gloriar, glorie-se nisto:
em compreender-me e conhecer-me,
pois eu sou o Senhor e ajo com lealdade,
 com justiça e com retidão sobre a terra,
pois é dessas coisas que me agrado”, declara o Senhor.

(Jr 9:23-24)

Ignorar as ofensas

A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas.
Não diga: “Eu o farei pagar pelo mal que me fez!”
Espere pelo Senhor, e Ele dará a vitória a você.
(Pv 19:11 / 20:22)

Ignorar as ofensas é indício de sabedoria. De que vale enfrentar o agressor? Afinal, as consequências acabam nos atingindo também, psicológica e fisicamente, pois ficamos remoendo sentimentos ruins que afetam nossa vida emocional e, por vezes, o insulto culmina em ataques corporais.

Espere pelo Senhor, e Ele dará a vitória a você.

Não há sabedoria alguma, nem discernimento algum, nem plano algum que possa opor-se ao Senhor.
Prepara-se o cavalo para o dia da batalha, mas o Senhor é que dá a vitória
(Pv 21:30-31)

Não seja insensato

Alguns podem hoje se perguntar: “Por que ler Provérbios?”
Mas o sábio Salomão já nos deixou a resposta…

Eles [os provérbios] ajudarão a experimentar a sabedoria e a disciplina;
a compreender as palavras que dão entendimento;

a viver com disciplina e sensatez, fazendo o que é justo, direito e correto;
ajudarão a dar prudência aos inexperientes e conhecimento e bom senso aos jovens.
Se o sábio der ouvidos, aumentará seu conhecimento,
e quem tem discernimento obterá orientação
 para compreender provérbios e parábolas, ditados e enigmas dos sábios. 
(Pv 1:2-6)

As palavras registradas em Provérbios servem para todos nós!

“E de onde vem a sabedoria?”

O temor do Senhor é o princípio do conhecimento (Pv 1:7a), por isso, não seja sábio aos seus próprios olhos; tema ao Senhor e evite o mal (Pv 3:7).

Apenas os insensatos desprezam a sabedoria e a disciplina.
Não abandone a sabedoria, e ela o protegerá; ame-a, e ela cuidará de você. Dedique alta estima à sabedoria, e ela o exaltará; abrace-a, e ela o honrará.
(Pv 1:7b / 4:6,8)

O nosso discernimento é a manifestação de Deus em nós. Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas (Pv 3:5-6).

O dono da sabedoria

Deus deu a Salomão sabedoria, discernimento extraordinário e uma abrangência de conhecimento tão imensurável quanto a areia do mar. 
(1 Rs 4:29)

O rei Salomão era o mais rico e o mais sábio de todos os reis da terra (1 Rs 10:23 / 2 Cr 9:22), mas sua sabedoria não era mérito seu – foi Deus quem a concedeu.

E você, também deseja sabedoria? Pois saiba, a verdadeira sabedoria só tem uma fonte: Deus, o Criador do universo, o Soberano Senhor.

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.
Peça-a, porém, com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento.
(Tg 1:5-6)

A riqueza do bom testemunho

O rei Salomão era o mais rico e o mais sábio de todos os reis da terra. (2 Cr 9:22)

Salomão queria sabedoria, mas Deus também lhe deu riquezas. O rei era tão sábio, e seus tesouros tão abundantes, que não era possível descrever (1 Rs 10:7). Em um reino tão rico, a prata era tão comum quanto as pedras que cobriam o chão de Jerusalém (1 Rs 10:27 / 2 Cr 9:27).

Salomão ficou famoso e todos os reis da terra pediam audiência a Salomão para ouvirem a sabedoria que Deus tinha lhe dado (2 Cr 9:23). Mas o principal é que todos reconheciam que o Deus de Israel era a fonte de tantas bençãos. A vida de Salomão mostrava a todos o poder do Senhor agindo em prol do seu povo. Vejam só o que lhe disse em certa ocasião a rainha de Sabá:

Bendito seja o Senhor, o teu Deus, que se agradou de ti e te colocou no trono dEle para reinar pelo Senhor, pelo teu Deus. Por causa do amor de teu Deus para com Israel e do seu desejo de preservá-lo para sempre, Ele te fez rei, para manter a justiça e a retidão. (2 Cr 9:8)

Que belo testemunho Salomão evidenciava em seu viver!

Podemos não ser tão sábios ou ricos como Salomão, mas devemos ter o mesmo compromisso que ele: viver de forma que Deus seja visto em nós!

Sábio rei

O que você responderia se ouvisse do próprio Deus: “Peça-me o que quiser, e eu lhe darei”?

Foi exatamente isso o que o jovem rei Salomão ouviu do SENHOR: “Peça-me o que quiser, e eu lhe darei” (1 Rs 3:5 / 2 Cr 1:7).

Me pergunto se alguma outra pessoa neste mundo teria respondido o mesmo que Salomão – Ele desejou sabedoria. Sua escolha já demonstrava grande discernimento.

A humildade em reconhecer sua pequenez diante do poder de Deus e o desejo de ser um bom líder para o seu povo fizeram com que o rei Salomão excedesse a todos os reis da terra, tanto em riquezas como em sabedoria (1 Rs 10:23 / 2 Cr 9:22).

E como ser sábio como Salomão? Bom, ele próprio nos deixou muitos conselhos… Selecionei alguns:

Ouve o conselho, e recebe a correção, para que no fim sejas sábio. (Pv 19:20)

O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído. (Pv 13:20)

Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal. (Pv 3:7)

O filho sábio dá alegria a seu pai. (Pv 15:20)

Sábio conselho

Salomão estava prestes a assumir o trono de Israel. O sucessor de Davi, escolhido por Deus (1 Cr 28: 5), ainda era muito jovem, mas tinha um grande desafio pela frente: liderar o reino de Israel.

Seu pai começa então a prepará-lo, com orientações, conselhos, pedidos, palavras de encorajamento… Em especial, um destes conselhos me chamou a atenção na leitura de hoje, porque serve para todos nós. Vejam só:

E você, meu filho Salomão, reconheça o Deus de seu pai, e sirva-o de todo o coração e espontaneamente, pois o Senhor sonda todos os corações e conhece a motivação dos pensamentos. Se você o buscar, o encontrará, mas, se você o abandonar, ele o rejeitará para sempre. (1 Cr 28:9)

Que belas palavras!
Leia novamente este versículo e substitua o nome de Salomão pelo seu. Este sábio conselho do rei Davi foi para Salomão, mas também para mim e para você.

FIQUE COM DEUS