Tag Archive for vida

Desejo de viver

Certa vez perguntaram a um alpinista do Colorado se ele achava que os alpinistas tinham o desejo de morrer. Ele respondeu: “Na verdade, eles têm o desejo de viver – de viver a vida ao máximo”. Como um alpinista cuidadoso, ainda que aventureiro, ele explicou por que ele considerava que os riscos valiam a pena: “Quando chegar a hora de eu morrer”, disse ele “Eu não desejo descobrir que eu não vivi”.

Quando apóstolo Paulo viajou para Jerusalém, deve ter parecido aos seus amigos mais íntimos que ele tinha o desejo de morrer. Várias pessoas o avisaram do perigo e pediram para que ele não fosse (At 21:4-12). Mas Paulo já tinha se decidido enquanto estava em Éfeso, quando afirmou claramente que o seu objetivo era “cumprir com alegria a carreira e o ministério que havia recebido do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” (At 20:24).

Paulo não correu riscos desnecessários em seu testemunho como cristão, mas ele nunca se esquivou de declarar publicamente sua fé em Jesus Cristo. Seu objetivo não era apostar no seguro e se proteger. Em vez disso, ele viveu para terminar a sua corrida espiritual com alegria, e para completar a tarefa que Deus reservou para ele.

A coragem de Paulo nos desafia a viver para Cristo com abandono altruísta, não apreensão. Essa é a maneira de conhecer realização e alegria definitivas. Será que compartilhamos hoje o desejo de viver de Paulo?

Fonte: Our Daily Bread

Boas novas de liberdade e vida

A questão dos cristãos gentios terem ou não de obedecer à Lei de Moisés para serem salvos tornou-se importante (At 15:1-35). As controvérsias se intensificaram muito devido ao sucesso das novas igrejas formadas por gentios (não judeus). Os conservadores da igreja em Jerusalém eram liderados por fariseus convertidos, que preferiam uma religião legalista a uma baseada exclusivamente na fé. Se os conservadores tivessem vencido, os gentios seriam obrigados a converterem-se e serem circuncidados. Isto reduziria o cristianismo à condição de mais uma seita do judaísmo.

Podemos errar inconscientemente ao apoiar tradições, estruturas e rituais como demonstrações de obediência a Deus. Por isso, é importante estarmos certos de que as Boas Novas irão proporcionar liberdade e vida àqueles a quem tentamos alcançar.

Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Ressurreição e vida

Disse-lhe Jesus: “Eu Sou a ressurreição e a vida. Quem crê em Mim, ainda que morra, viverá.” (Jo 11:25)

Lázaro era amigo de Jesus, mas não tinha imunidade especial. Jesus frequentava a sua casa, e mesmo assim ele ficou doente. Suas irmãs mandaram um recado para Jesus: Está enfermo aquele a quem amas… Mas ao receber a mensagem, Jesus permaneceu mais dois dias onde estava. Quando chegou, Lázaro já estava morto e sepultado havia quatro dias. Marta, irmã de Lázaro, num tom de censura, diz a Jesus: Se Tu estiveras aqui, meu irmão não teria morrido. Jesus, porém, não chegou atrasado, pois o tempo de Deus não é o nosso.

A ressurreição é um milagre maior do que a cura de um enfermo e a ressurreição de uma pessoa sepultada há quatro dias é uma demonstração indiscutível do poder daquEle que É a ressurreição e a vida. Jesus chorou no túmulo de Lázaro e deu uma ordem expressa: Tirai a pedra. Marta ainda intervém: Senhor, já cheira mal, mas Jesus lhe corrige: Se creres, verás a glória de Deus. Imediatamente, Jesus levanta Sua voz para dentro do túmulo, e grita: Lázaro, vem para fora. Lázaro levantou vivo, a glória de Deus se manifestou, e muitos creram no Filho de Deus.

Fonte: Blog Soli Deo Gloria

Clique aqui e leia a história completa da ressurreição de Lázaro.

* * * * * * *

E que tal ouvir uma música inspirada nessa linda história de poder e glória?

Luz da vida

Tome a sua cruz

Jesus dizia a todos:
“Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me.
 Pois quem quiser salvar a sua vida a perderá; mas quem perder a vida por minha causa, este a salvará.
Pois que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se ou destruir a si mesmo?
Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o Filho do homem se envergonhará dele, quando vier em sua glória e na glória do Pai e dos santos anjos”.
(Lc 9:23-26)

As pessoas estão dispostas a pagar um alto preço por algo que estimam. É surpreendente que Jesus exija a mesma disposição de seus seguidores?

Há pelo menos três condições que devem ser atendidas pelas pessoas que querem seguir Jesus. Devemos estar dispostos a negar a nós mesmos, a tomar a nossa cruz e a segui-lo. Se fizermos menos do que isso, demonstraremos que não há comprometimento sincero com Jesus, apenas superficial.

Fonte: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Porta estreita

Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;
E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. 
(Mateus 7:13-14)

A porta que leva à vida eterna é reconhecida como estreita. Isto não significa que é difícil tornar-se um cristão, mas que há um único Caminho que conduz à vida eterna com Deus, e que poucos decidem andar por Ele.

O único modo de chegar ao céu é crer em Jesus Cristo, porque apenas Ele morreu por nossos pecados e justificou-nos diante de Deus. Seguir os passos de Cristo pode não dar popularidade, mas é a atitude verdadeira e correta. Agradeça a Deus pela existência deste Caminho!

Adaptado de: Bíblia de Estudo – Aplicação pessoal (Ed. CPAD)

Disse-lhe Jesus:
Eu sou o caminho, e a verdade e a vida;
ninguém vem ao Pai, senão por mim.

(João 14:6) 

Buscai o bem

Tempo de Deus

Os irmãos de José se prostravam diante dele (Gn 44:14). Os sonhos que ele teve mais de vinte anos antes se cumpriam (Gn 37:6-9). O que parecia improvável se tornou possível pelo agir de Deus. José devia acreditar que não veria sua família nunca mais e de repente, ali estavam seus irmãos – todos os detalhes meticulosamente planejados por Deus: José com poder no Egito gerenciando um suprimento de mantimentos em um período de fome severa em toda a terra.

Deus sabe o que faz e Ele irá agir. Talvez em um, dois, dez, vinte ou cem anos – mas vai agir. Ele sabe o que é melhor para você e para mim – mesmo que a gente não entenda.

SENHOR, bem sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos Teus planos pode ser frustrado (Jó 42:2). E sabe qual o plano de Deus para você? Jesus.

Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte (Pv 14:12). Sabe qual o único caminho verdadeiro? Jesus.

Jesus é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6). Não importa se para nós os planos de Deus parecem distantes. Deus trouxe a Israel o Salvador Jesus, como havia prometido (At 13:23), não no tempo que os homens julgaram conveniente, mas quando foi estabelecido pela Sua soberania. Aquele que prometeu é fiel (Hb 10:23b). Deus é sempre fiel e nos ama imensamente…

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo 3:16)

Descanse somente em Deus, ó minha alma; dEle vem a minha esperança.
SENHOR, em Ti espero; Tu me responderás, ó Senhor meu Deus!
Guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois Tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em Ti o tempo todo.
(Sl 62:5 / 38:15 / 25:5)

Não se apresse. Espere em Deus e tudo terminará bem.

310º dia: Jo 7-10

Jesus disse:

Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida.
Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas.
Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas; e elas me conhecem.
(Jo 8:12 / 10:11, 14)

Como uma ovelha dependente do pastor para viver, assim nós dependemos de Jesus.

308º dia: Jo 1-3

João é, sem dúvida, um livro lindo. A mensagem da salvação é o tema central, que permeia todos os versos, alguns bastante famosos. Por Jesus, somos feitos herdeiros legítimos do reino dos céus, filhos de Deus. Em Jesus temos vida.

Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dEle.
Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no Seu nome.
Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus.
Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

(Jo 3: 17 / 1:9-12 / 3:19, 16)